Um pouco sobre a Vale

A VALE que até final de 2007 era conhecida pelo nome de Companhia Vale do Rio Doce, agora pelo nome de fantasia VALE, foi criada em 1942, e funcionou como empresa de capital misto, com 51% das ações sob controle do governo brasileiro, até 1997, quando o governo de Fernando Henrique Cardoso transferiu para grupos estrangeiros 43,71% das ações.

No território brasileiro ela possui concessões para pesquisar e explorar minérios numa área de 23 milhões de hectares. Concessões só com o direito de explorar, no Brasil é uma área de 8,7 milhões de hectares, em outros países a área é de 19,8 milhões de hectares, são eles: Angola, Argentina, Austrália, Chile, Gabão, Guiné, Mongólia, Moçambique, Peru e África do Sul.

Atua em 14 Estados brasileiros: Pará, Maranhão, Ceará, Tocantins, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

É a segunda maior mineradora do mundo, perdendo apenas para a anglo-australiana BHP Billiton. Tem 52.000 trabalhadores, no Brasil e no exterior, depois que teve que assumir 14.000 da INCO, empresa canadense adquirida em 2007.

É uma empresa que atua não apenas na mineração, mas também na implantação e exploração de logísticas: ferrovias, portos e navegação.

Produtos explorados e comercializados, de maior expressão: Minerais ferrosos: minério de Ferro, Manganês, ferro ligas e pelotas; Minerais não-ferrosos: Níquel, Cobre, Caulim, Potássio e Cobalto; Cadeia do Alumínio: Alumínio primário, alumina e Bauxita. 

São 64 empresas que fazem parte do grupo VALE e suas associadas, no Brasil e no exterior, nos ramos de: pesquisas, carvão, siderurgia, exploração mineral, pelotas, ferrovia, serviços portuários, navegação, geotecnologia e energia.

O mercado mundial é: as Américas, Europa, Ásia, África, Oriente Médio e Oceania, para onde exporta 80% de sua produção. Seus principais compradores: EUA, Alemanha, França, Inglaterra, Oriente Médio, África, Oceania, China, Coréia do Sul e Japão.

A VALE pode ser encontrada na América do Norte: EUA e Canadá; América Andiana: Peru, argentina, Colômbia, Chile e Brasil; África: Guiné, Angola, Moçambique e África do Sul; Euroásia: Noruega, Inglaterra, Pais de Gales, França, Alemanha, e Suíça; Autralásia: Omã, Índia, Mongólia, Coréia do Sul, Japão, China, Cingapura, Indonésia, Austrália e Nova Caledônia.

 

O CONTROLE ACIONÁRIO

O capital estrangeiro detém mais de 60% das ações totais da Vale. As ações totais são divididas em duas frentes: as ações ordinárias e as preferenciais.

As ações ordinárias dão direito a voto na definição de políticas da empresa (nas decisões sobre reinvestimentos).

As ações preferenciais, têm a preferência nas distribuições de lucros, na forma de dividendos.

AS AÇÕES ORDINÁRIAS

53,3% é o percentual que está nas mãos do consórcio Valepar, o comprador e atual controlador da Vale;

29,2%  é de participação de capital estrangeiro, com direito a voto;

10,7%  é a participação de capital brasileiro, com direito a voto;

6,8%  é a participação dos cotistas por meio do FGTS, investimento, que na teoria, seria uma forma do trabalhador investir na empresa.

O controle acionário pertence ao fundo de previdência Previ(dos funcionários do Banco do Brasil), o BRADESCO e o BNDES. O BRADESCO é segundo maior acionista.

A Mitsui, empresa estrangeira, também já possui parte das ações ordinárias. 

AS AÇÕES PREFERENCIAIS

64,9%  são investimentos não brasileiros;

31,8%  são investimentos brasileiros;

3,3%  é a participação do governo na distribuição dos lucros em forma de dividendos.

Em 2005, a Companhia vale do Rio doce foi a empresa que mais distribuiu dividendos no mundo. Foram 3,1 bilhões de reais, extraído de um lucro, líquido de 10,4 bilhões de reais. Só em dividendos, a empresa distribuiu, nos últimos cinco anos, 11,4 bilhões de reais, quatro vezes o valor que foi pago no leilão.

Dividendos: parte dos lucros líquidos de uma empresa mercantil, correspondente a cada uma das ações formadoras do seu capital.

 

COMO A VALE FAZ A ACUMULAÇÃO ECONÕMICA

É muito fácil para Vale desenvolver a acumulação capitalista num país subordinado, como o Brasil.

Usa e abusa da abundância de minérios quase de graça, paga salários a valor irrisório, não paga ICMS, devido a Lei Kandir, os royalties são baixíssimos e muitas vezes não pagos corretamente, conta com incentivos fiscais para exploração mineral no Estado do Pará. E paga a energia que consome a preço abaixo do custo de produção.

Sobre os Salários:

A Vale chega a pagar R$ 750,00 para trabalhador em inicio de tempo de serviço.

A riqueza criada, em 2005, por cada trabalhador, foi de 302.700 dólares. Um trabalhador custou em média para a empresa 14.000 dólares. Portanto, cada trabalhador rendeu para empresa, 288.700 dólares. Considerando uma jornada de trabalho de 40 horas semanais, o trabalhador pagaria seu salário com 6 horas de trabalho.

As despesas com pessoal representam apenas 5% dos custos totais da empresa.

A PLR(participação dos trabalhadores no lucro) vem caindo drasticamente, em 1998 representou 14,21% dos dividendos, em 2005 foi de 8,74%.

Sobre os Royalties

Os Royalties que é a CFEM – Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais, as empresas são obrigadas a pagar pela venda de minérios: sendo 3% para bauxita, potássio e manganês; 2% para o minério de ferro, caulim, cobre, níquel e fertilizantes; e 1% para o ouro. Este imposto é distribuído da seguinte forma: 12% para a União, 23% para os Estados e 65% para os Municípios. Em 2005 a arrecadação com CFEM foi de 1,3% do total da produção mineral brasileira. Minas Gerais ficou com 50,1%, Pará com 29,6% e Goiás com 3,7%. Os 16,6% correspondem o que arrecadou outros Estados.

Fontes consultadas:

GODEIRO, Nazareno, MOURA Efraim, SOARES Paulo, VIEIRA Valério, Vale do Rio Doce – Nem tudo que reluz é ouro. Da privatização à luta pela reestatização, ed. Sundermann, 2007, SP.

SIQUEIRA, André, O minério é nosso. Artigo, Carta Capital, edição 481.

SOARES, José Alex rego, Vale + Xstrata = Zug. Artigo, Jornal do Brasil.

PINTO, Lúcio Flávio, Jornal Pessoal, nº 411 e 415.

http://www.cvrd.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s