Mineração em Carajás – juventude debate impactos

A Comissão Pastoral a Terra (CPT), o Centro de Educação, Pesquisa e Assessoria Sindical e Popular (Cepasp), a Rede Justiça nos Trilhos, MST, MAB, FEAB e Movimento Debate e Ação realizam no dia 30 de setembro e no dia 01 de outubro, no Centro de Formação Cabanagem, em Marabá, sudeste do estado, o Encontro sobre a Juventude Impactada pela Mineração.

O objetivo é a troca de informações e conhecer os principais impactos do extrativismo mineral na região sobre a juventude local. Estudo, trabalho em grupo e a definição de uma agenda de trabalho integram a programação.

Nos últimos os sujeitos sociais afetados pela mineração têm mobilizado esforços na produção de revistas, cartilhas e vídeos sobre a mineração. E ainda aglutinado esforços na realização de encontros locais, regionais, nacionais e internacionais. Leia abaixo o manifesto.

Micro manifesto
A crise financeira que envolve todos os continentes se torna justificativa, para que governos façam cortes de recursos voltados para alimentar políticas públicas, congele os salários e acabe de vez com o Estado de bem-estar social. Ao mesmo tempo cresce o desemprego e diminuem as possibilidades de geração de renda.

A juventude sem possibilidade de continuar estudando, e sem oportunidades de trabalho fica cada vez mais em situação de vulnerabilidade. Principalmente em regiões onde impera o aumento da violência, da prostituição e do tráfico de drogas. Este último, na maioria das vezes, aparece como oportunidade de renda, que se torna em violência contra os jovens. No Estado do Pará 75% dos encarcerados estão na faixa etária entre 18 a 25 anos.

Na Amazônia esse cenário é agravado pela consolidação do capitalismo e a expansão da mineração, que tem provocado fortes impactos na vida dos jovens. Sejam nos territórios rurais (camponeses, indígenas, quilombolas…), ou nas áreas urbanas, ameaçando a existência no presente e até mesmo o próprio futuro. Os projetos de extração mineral, que em pouco tempo retirarão toda a riqueza, deixarão sem possibilidade de uso destes recursos, as futuras gerações, bem como os passivos ambientais, econômicos e sociais.

Diante desta situação, estamos realizando o ENCONTRO DA JUVENTUDE ATINGIDA PELA MINERAÇÃO. Esse encontro tem caráter de informação, formação e proposição de ações para o enfrentamento a esta realidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s