Três nações e o mesmo problema: a Vale

Enquanto os impactos da mineradora Vale espalham-se, trabalhadores canadenses, moçambicanos e brasileiros reúnem-se para enfrentar as ações predatórias da transnacional nos três países.

A comitiva que contava com cerca de 30 pessoas, entre sindicalistas, membros de movimentos sociais e políticos das três nações iniciaram as reuniões em Guararema, interior de São Paulo, na Escola Nacional Florestan Fernandes, partindo na seqüência, para São Luis com desfecho no interior do Maranhão.

“Num primeiro momento foi mais de reunião, de análise de conjuntura entre os movimentos presentes”, relata o moçambicano Fabião Bernardo Manançia, presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Construção Civil, Madeira e Minas de Moçambique –SINTICIM, que participou do encontro realizado entre os dias 22 de novembro a 2 de dezembro.

Na capital Maranhense, visitaram o complexo do Porto de Itaqui, onde é escoado para outros países o minério de Carajás, com navios capacitados para carregar até 400 mil toneladas do produto, aproximadamente três vezes mais que as 160 mil carregadas pelas embarcações comuns.

No entanto, com investimentos de 2,35 bilhões de dólares numa frota de 19 dos maiores cargueiros do mundo feito pela mineradora visando o mercado asiático, sobretudo a China, vem sofrendo um boicote da Associação de Proprietários de Navios da China – COSCO (China Ocean Shipping Company), estatal que é uma das maiores empresas de transporte marítimo do mundo.

“A Vale está tentando controlar o mercado de frete, assim como fez com o preço do minério de ferro”, disse à revista Bloomberg o vice-presidente da COSCO, Zhang Shouguo, em entrevista concedia em agosto.

Acostumada a burlar as regras ambientais, principalmente no Brasil, na China, outro entrave que pode afogar os grandes investimentos feito na frota naval pela empresa é o fato de no país asiático em nenhum porto seja possível receber navios com mais de 300 mil toneladas.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s