Trabalhadores Rurais de Buriticupu (MA) cobram justiça pela morte de liderança comunitária

ustiça nos Trilhos acompanha de perto o sofrimento das famílias e lideranças de Buriticupu, interior do Maranhão, por mais um bárbaro assassinato que ameaça os defensores dos direitos humanos. As comunidades de Buriticupu estão sendo acompanhadas pela rede JnT em busca de alternativas econômicas para além do modelo de escoamento da ferrovia.

“O povo que ousa sonhar constrói um Brasil popular”! “Cabeça, fecharam a tua boca e não calaram a tua voz”. Esses foram os gritos dos trabalhadores rurais de Buriticupu (MA) na manhã dessa sexta-feira (20) durante um ato público. A manifestação foi organizada pelo Fórum de Políticas Públicas de Buriticupu com o objetivo de cobrar justiça pela morte de Raimundo Borges, conhecido como “Cabeça” que foi assassinado no dia 14 desse mês por representar as famílias rurais em conflitos fundiários. Estavam presentes representantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Estado do Maranhão (FETAEMA), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Movimento Sem Terra (MST), Igreja Católica, Igreja Evangélica, INCRA e o Partido dos Trabalhadores do Estado do Maranhão (PT), na pessoa do deputado Bira do Pindaré, a Rede Justiça nos Trilhos (JnT) e Centro de Defesa da Vida e dos Direitos Humanos (CDVDH) também apoiaram a manifestação. JnT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s